Marketing

Utilizar plataformas de automação de marketing é indispensável para aumentar a eficiência da equipe, diminuindo os gastos e gerando resultados rápidos.

Automação de Marketing: Otimize ações e aumente as vendas

1920 1080 Maisa Cavalcanti

Ter ferramentas de automação de marketing que ajudam a aumentar a eficiência da equipe, diminuindo os gastos e gerando resultados rápidos. Se isso é importantíssimo para uma agência de marketing digital como a nossa, é para a sua empresa também, independente do ramo de atuação.

Falamos no post sobre métricas que uma das vantagens do mundo digital é que tudo pode ser mensurado. Então, agora, imagine fazer isso sempre de forma manual. Parece inviável, não é?

Por isso, utilizar plataformas de automação de marketing é indispensável. Aliás, se você ainda não usa, fique ligado! Pois o seu concorrente pode estar bem à frente de você!

O que é Automação de Marketing?

É a utilização de softwares e outras tecnologias para otimizar a captação e gerenciamento de leads. Além de automatizar a execução de tarefas, gerar relatórios inteligentes e identificar as ações que geram melhores resultados.  

Como se faz isso? Oferecendo de forma personalizada todas as informações no momento que ele necessita, independente do estágio que ele se encontra no Funil de Marketing.

Como funciona a Automação de Marketing?

As ferramentas apresentam muitas alternativas para gerar mais leads. Para verificar quais são as melhores opções para a empresa, os objetivos a serem alcançados precisam estar muito claros.

Como agência de marketing digital, utilizamos bastante a automação de marketing para agendar as postagens nas redes sociais e no nosso blog, criar CTA’s, configurar os fluxos de nutrição por meio do e-mail marketing, além de mensurar e acompanhar os resultados de campanhas e jornadas de compra.

Para que não haja erros durante a automação, fazemos testes em toda agência para detectar possíveis falhas.

Após ativação final, fazemos reuniões para a equipe analisar o comportamento dos leads e otimizar da melhor maneira, estruturando tudo para entregar os contatos mais relevantes para equipe de vendas, deixando o processo muito mais rápido e eficiente.

Quais ferramentas devo usar?

Vai depender da sua necessidade e também de quanto pode investir. Escolha a que tenha o melhor custo-benefício para você!

Aqui na Prod, por exemplo, utilizamos o software Lahar para a jornada de vendas, que faremos um post específico sobre isso em breve. Nós também já utilizamos muito a plataforma RD Station, uma das referências em automação de marketing no país.

Porém, a que nos ajuda realmente no dia a dia é a Dinamize. Ela tem uma infinidade de opções e usamos principalmente para configurar os fluxos de nutrição por meio do disparo de e-mails. Algumas das ações são:

  • Boas-vindas: Ajuda a recepcionar os novos contatos e auxilia na proximidade, fazendo eles se sentirem únicos e especiais;
  • Programação de e-mail marketing: Utilizado principalmente para nutrir a base de contatos;
  • Aniversário: Disparo de acordo com a data de aniversário fornecida pelo contato, mostrando que nos importamos com ele e não somente em vendas;
  • Conversão: Engajamento da base de contatos enviando materiais de acordo com seu perfil e interesse.

Deu para perceber como a automação de marketing facilita a vida, certo?

Há muitas possibilidades bem na sua frente! Automatize, escolha as melhores estratégias e veja os resultados aparecerem!

Uma das vantagens do Marketing Digital em relação ao Marketing Convencional é que tudo pode ser mensurado no universo online.

Métricas em Marketing Digital: Avalie seus resultados com precisão

1920 1080 Maisa Cavalcanti

Uma das vantagens do Marketing Digital em relação ao Marketing Convencional é que tudo pode ser mensurado no universo online por meio das métricas.

Para saber se uma campanha de marketing está gerando resultados, é preciso mensurá-la. Assim, a melhor forma de fazer isso é por meio das métricas. Mas muitas empresas não fazem ideia de como medir e nem a importância delas para o sucesso das campanhas. Então, vamos saber mais sobre elas?

O que são métricas?

São indicadores que mensuram tendências, comportamentos ou variáveis do negócio. Portanto, permitem que a empresa faça a medição e a avaliação do desempenho das ações do planejamento de marketing digital.

Métricas de vaidade x Métricas de sucesso

Métricas de vaidade são aquelas que fazem bem ao ego. Porém, não trazem informações que podem ser aplicadas, a não ser que sejam associadas com métricas mais mensuráveis. Por exemplo, o número de curtidas de uma página do Facebook indica o alcance máximo de uma publicação. Mas essa informação não é o bastante, pois devemos considerar o engajamento – métrica mais mensurável – quando queremos medir a atuação de determinada empresa nas redes sociais.

Já as métricas de sucesso ajudam a estabelecer as metas e objetivos da empresa. Afinal, são devidamente mensuráveis, qualitativas, fáceis de serem coletadas e analisadas. Além de tudo isso, também mostram o melhor caminho a ser seguido. Assim, a sua empresa consegue progredir com elas!

Como elas podem ajudar o seu negócio?

É preciso estar de olhos abertos para os novos negócios e identificar o quanto antes os possíveis problemas. As métricas podem ajudar a observar melhor várias situações para o desenvolvimento da sua empresa, como:

  • As formas diferentes de focar no seu público, entendendo melhor seus comportamentos e as suas dores e identificando as melhores soluções para os problemas que, muitas vezes, ele nem imagina ter;
  • O entendimento mais amplo do funcionamento do mercado;
  • A identificação dos pontos fortes e os pontos fracos da estratégia e também da execução das ações online;
  • A visualização das falhas operacionais e suas possíveis soluções;
  • A descoberta de oportunidades e o entendimento de qual seria o investimento para realizá-las;
  • A diminuição do nível das incertezas, pois conseguem detectar fragilidades.

As métricas na prática

Mais importante do que fazer uma análise separada de cada uma das métricas, é cruzar as informações e obter resultados ainda mais completos. Eles vão ajudar a realmente saber onde é melhor investir, quais canais estão convertendo mais leads em clientes e quais os passos seguintes que serão mais vantajosos para o seu negócio.

Replique ações que deram certo e modifique aquelas que não tiveram o desempenho desejado. Por isso, a sua empresa deve definir as métricas e monitorá-las constantemente. Assim, poderá fazer os ajustes rapidamente, antes que o possível cliente perca o interesse no que você está oferecendo.

Com o passar do tempo, utilizando as métricas e fazendo diversos testes A/B de data/horário, títulos, CTA’s, Landing Pages e outros, você saberá oferecer exatamente o que o seu público quer (ou que ainda nem sabe que deseja), no momento mais apropriado.

O ideal é que esse trabalho seja feito por um profissional qualificado. Caso não tenha alguém da sua equipe para fazer isso, avalie a contratação de uma agência de Marketing Digital para ajudá-lo a escolher as melhores opções para o seu negócio.

 

É indispensável que você comece a traçar um planejamento estratégico de Marketing Digital.

7 passos para um planejamento de Marketing Digital de sucesso

1920 1080 Maisa Cavalcanti

Se você está pensando em inserir a sua empresa no universo online, ou se ela já está lá porém não tem tido os resultados esperados, é indispensável que você comece a traçar um planejamento estratégico de Marketing Digital.

Muitas empresas acabam não fazendo ou não dando tanta atenção ao planejamento. Porém, ele possui várias etapas e não é tão simples quanto parece. Afinal, não basta apenas criar os perfis nas redes sociais e um site incrível. É preciso ter um plano bem estruturado. Assim, você saberá onde se quer chegar e investirá nos melhores canais, atraindo o público certo.

Vamos às principais etapas deste processo?

Estabeleça os objetivos

Tenha sempre os objetivos muito claros, para assim manter o foco do seu planejamento. Desta forma, saiba o que você quer oferecer para o seu público, analise o que irá gerar valor.

A gestão de tempo também é um fator importante, pois você precisa estabelecer metas e prazos para cumprir tudo o que foi proposto.

Saiba quem é seu público

Quais são os hábitos, preferências, comportamentos e necessidades do seu público? Em quais canais a sua presença é mais marcante? As respostas dessas perguntas são cruciais para que você adeque a linguagem e o conteúdo que será disponibilizado.

Quando analisar bem seu público, conseguirá definir a sua Persona, que é o seu consumidor ideal.  Assim, as chances de impactar com informações, produtos ou serviços úteis serão muito maiores.

Analise a concorrência

Sempre acompanhe o que os seus concorrentes estão fazendo. Veja quais estratégias eles estão utilizando, os diferenciais oferecidos e as principais falhas e acertos. Além disso, considere em quais canais eles estão presentes e outros pontos que julgar necessário.

Por meio disso, dá para se ter uma noção do melhor caminho a ser seguido e o que mais está agradando o consumidor.

Defina os canais que irá atuar

Há uma infinidade de canais que você poderá utilizar. Então, não precisa estar presente em todos, mas no início do processo é interessante utilizar vários. Assim, você pode visualizar quais são os melhores para a sua empresa.

Depois, foque nos que o seu público tem mais adesão. As redes sociais como Facebook, Instagram e Youtube, permitem um contato mais próximo com o seu público. Porém, você também pode utilizar blogs, e-mail, mídia paga e outros.

Determine o tipo de conteúdo que irá disponibilizar

O conteúdo é o principal meio de chamar a atenção do seu público. Então crie algo que vai gerar o interesse, que o ajude a solucionar seus problemas e que tire suas dúvidas.

Você sabia que a maioria das pessoas fazem pesquisas online antes de comprar um produto ou serviço? Então tudo que você disponibiliza tem que ser de qualidade e fácil de ser encontrado.

Faça um cronograma eficiente

Organização é tudo! Portanto, durante todo o processo, você precisará executar diversas ações ao mesmo tempo e em vários canais diferentes, então é preciso ter todos os passos bem definidos e uma sinergia boa para atingir todo o potencial do plano.

Monitore os resultados

No mundo digital, tudo pode ser mensurável! Aliás, essa é uma das melhores maneiras de verificar se as estratégias que foram traçadas estão realmente funcionando. Verifique os acessos, os e-mails que foram abertos, a quantidade de cliques e comentários. Para isso, existem várias ferramentas que podem auxiliar, como o Google Analytics. Dentro de cada uma das redes sociais, também há como monitorar os resultados. Faça testes de otimização, como teste de títulos, e-mails e A/B visuais, tendo o SEO  como seu aliado.

São várias etapas que devem ser seguidas e cada uma delas é importante para que consiga atingir o que deseja. Um bom planejamento aumenta e muito as chances de tornar a sua empresa conhecida no mercado e converter os leads em clientes. Por isso, é indispensável que ele seja feito por um profissional capacitado, que realmente tenha um profundo conhecimento de marketing digital,  que saiba monitorar os resultados e todos os canais escolhidos. Caso não tenha esse profissional na equipe, considere contratar uma Agência de Marketing Digital que poderá traçar estratégias eficientes para sua empresa.

Essa estratégia acompanha o cliente em todo o processo de compra.

Marketing de Conteúdo e a Regra 80/20

1920 1080 Amanda Colosimo

Você provavelmente já ouviu falar sobre marketing de conteúdo, mas afinal, o que ele é? A resposta é simples: o marketing de conteúdo é uma forma simples de engajar seu público-alvo com conteúdos relevantes e de qualidade, para entreter, informar ou educar.

Essa estratégia acompanha o cliente em todo o processo de compra. Além disso, traz visibilidade e credibilidade para a marca, um processo que é constituído basicamente por atrair, reter e criar valor. Conforme falamos em Marketing de Relacionamento, criar conteúdos interessantes para sua persona é uma das melhores formas de atrai-la.

Além disso, o marketing de conteúdo tem grande importância para estratégias de SEO em um site. Por exemplo, como já citamos no texto SEO: otimize o seu site e destaque-se!

A questão é: Como distribuir conteúdo relevante ao seu público sem deixar de anunciar seu produto ou serviço? Então é exatamente nesse momento que a regra de Pareto 80/20 entra em ação. Criada por Vilfredo Pareto, o princípio diz que 80% das consequências vêm de 20% das causas.

80/20 no marketing digital

Aplicando na atualidade e no marketing digital, basta entregar à persona 80% de conteúdo relevante e apenas 20% de propaganda. Pense que seu consumidor, geralmente, não entra nas suas redes sociais à procura de propagandas, mas de conteúdo que você disponibiliza.

O segredo é conquistar o seu público atendendo aos seus desejos, solucionando suas dores, seus problemas. Isso é possível por meio do conteúdo sempre alinhado ao perfil do seu cliente e também ao posicionamento da sua marca.

Quer um exemplo prático para entender melhor? Você quer atrair alunos para o seu curso de Marketing Digital. Então, começa a postar vários conteúdos relacionados às lições do curso, mas de forma superficial – importante: sem perder a qualidade! Quando chegar o momento de realmente oferecer o curso, a pessoa já terá acessado tantos materiais bons que a probabilidade dela comprar é muito maior.

Faça um teste e veja como essa regra pode se aplicar ao seu negócio. Tente oferecer benefícios antes de tentar vender o produto ou serviço.

O apoio de um profissional de marketing é essencial para fazer o planejamento das ações. É necessário ser alguém com bons conhecimentos de escrita, SEO e pesquisa de mercado. Então, o suporte de uma agência de marketing digital poderia ser muito interessante. Ela saberá como ajudar de uma forma eficiente e muito mais rápida!

O Brasil é o quarto colocado no ranking mundial de usuários de internet

A importância da presença digital para pequenas e médias empresas

1920 1080 Maisa Cavalcanti

O mundo está cada vez mais conectado e é essencial que a sua empresa esteja presente no ambiente digital, pois pode aumentar muito a visibilidade do seu negócio e, com isso, trazer mais clientes. Isso é ainda mais importante para pequenas e médias empresas, que estão concorrendo com grandes companhias, mas querem uma parte do market share.

O Brasil é o quarto colocado no ranking mundial de usuários de internet, segundo o relatório divulgado no fim de 2017 pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento. São mais de 120 milhões de pessoas conectadas! Você tem alguma dúvida de que o seu público está nesse meio?

Marketing Digital x Marketing Convencional

O marketing convencional ainda é muito utilizado e importante em alguns setores, porém o investimento pode ser muito alto. Ainda é muito caro fazer comerciais na televisão ou um anúncio em uma revista, por exemplo. Outro fator importante: é muito difícil mensurar os resultados.

Investir em um bom planejamento estratégico online, utilizando ferramentas de acordo com o perfil que quer atingir, pode sair mais barato do que você imagina! Além disso, é possível que o retorno seja muito mais rápido do que da forma convencional.

Como iniciar um plano de Marketing Digital?

Essas são as etapas básicas para se fazer um plano de marketing digital.

Escolha da Persona
Persona é o seu cliente ideal, quem você realmente quer conquistar, então tem que traçar estratégias específicas para atrair esse público.

Definir os objetivos
O que você quer atingir? O que deseja? É muito importante saber onde se quer chegar, então estabeleça prazos e utilize métricas para isso.

Quais canais irá utilizar
Pesquise quais canais a sua persona mais utiliza. Não precisa fazer ações em todos eles, mas aqui estão alguns importantes: sociais, e-mail, busca orgânica, referência e mídia paga.

Qual o tipo de conteúdo será veiculado
O consumidor atual sempre busca por informações antes de comprar um produto ou serviço, então elas precisam ser facilmente encontradas e também de qualidade. Além disso, tem que ser algo do interesse da sua persona.

Verificação dos resultados
É importante monitorar as ações de marketing para identificar as falhas e acertos na estratégia. Dessa forma, fica mais fácil saber quais são os melhores canais e tipos de comunicação para investir e também consertar os erros cometidos.

Porque investir em Marketing Digital?

Aumentar a visibilidade
As pessoas estão sempre conectadas à internet, seja pelos smartphones, tablets ou desktops. Então, elas podem encontrar a sua empresa por meio de uma simples busca na internet. Por isso é importante aplicar estratégias de SEO para se ranquear bem nos buscadores. Estar presente nas principais redes sociais também é essencial!

Flexibilidade de orçamento
Nem tudo no mundo online é pago. Você pode divulgar a sua empresa por meio de conteúdos interessantes em um blog, uma página no Facebook, Instagram ou em qualquer outra rede social. Porém, se quiser ganhar mais visibilidade rapidamente, é interessante investir em um site de fácil navegação, Google ou Facebook Ads e muitas outras ferramentas. Talvez seja muito mais barato do que investir em um material impresso.

Possibilidade de segmentar seu público
É muito mais fácil atingir seu público de forma certeira e rápida. Isso acontece pela facilidade de monitorar o que os usuários de internet têm interesse e seus hábitos de consumo. A Geolocalização é muito interessante para isso.

Facilidade para analisar os resultados
Há diversos recursos, plataformas e ferramentas para mensurar os resultados, que fazem com que se consiga ver os resultados quase que imediatamente. O Google Analytics, por exemplo, é ótimo para ver tudo nos mínimos detalhes.

Viu como é importante ter uma presença online, principalmente se você tiver uma pequena ou média empresa?

Analise o que sua persona procura e utilize isso a seu favor! Crie um site interessante, páginas nas redes sociais, produza conteúdos de qualidade e monitore tudo que está acontecendo. Procure parceiros – como os influenciadores digitais – e invista na capacitação ou contratação de uma equipe focada nisso.

Uma outra opção interessante, caso a sua empresa ainda não tenha uma estratégia voltada para o mundo online, é contratar uma Agência Digital. Eles vão saber te orientar e traçar um plano adequado e que fará toda a diferença para se destacar! Pense nisso!

Para ter um setor comercial forte, é fundamental investir em CRM (Customer Relationship Management)

CRM: Integre as informações e melhore as vendas

1920 1080 Marcela Lisbôa

Uma das maiores dores de uma agência atualmente é: vender, mas vender mais e bem! Já falamos aqui sobre os segredos de um bom relacionamento com o cliente. Além disso, falamos sobre como encantar o cliente desde o primeiro momento. Então, agora, está na hora de vermos como conquistar esses clientes por meio do CRM.

A venda dos serviços digitais não é tão simples assim. Afinal, as agências vendem seu “produto” baseadas em um sonho, desejo ou demanda. Então a missão, sempre criativa, é transformar uma ideia em algo tangível: um app, um site ou uma operação de marketing digital para o cliente vender mais.

É bem diferente de comprar um celular ou um notebook, por exemplo, pois tem-se clareza e certeza da compra. Já o que vai ser produzido pela agência, é fruto da criatividade do time de designers, desenvolvedores e marqueteiros. Ainda com um ótimo briefing ou um sprint backlog preciso, o trabalho criativo tem uma boa dose de subjetividade.

Além da dificuldade inerente ao produto/serviço, outro gargalo nas vendas das agências (e de muitos outros tipos de negócios) é a falta de um processo comercial estruturado, seja ele qual for: outside, inside sales, metodologias próprias, etc. Aliás, segundo o Panorama das Agências Digitais de 2017 da RD Station, cerca de 52% das agências possuem processo de vendas estruturado. Isso é pouco! Pois, ainda de acordo com a pesquisa, quem tem o comercial bem definido consegue atingir 20% a mais das metas em relação aos que não têm.

Para ter um setor comercial forte, é fundamental investir em CRM (Customer Relationship Management), que vamos apresentar mais informações a seguir.

O que é CRM?

O CRM, Gestão de Relacionamento com o Cliente, é o gerenciamento do relacionamento com o cliente. Também pode ser entendido como um sistema integrado de gestão com foco no cliente. É onde se reúne várias informações, processos ou tarefas de uma forma organizada e integrada.

Ele tem como estratégia colocar o cliente como principal componente da venda. Assim, foca no entendimento e antecipação das necessidades e potenciais de um cliente.

Quais as vantagens do CRM?

– Armazena informações dos seus leads, prospects e clientes;
– Mantém o histórico de contatos e relacionamento realizados;
– Faz a equipe trabalhar em função de um funil de etapas no processo comercial;
– Estabelece visões gerenciais – individuais e por equipe;
– Integra a equipe de marketing e vendas;
– Fornece relatórios de desempenho e resultados, seja por vendedor, clusters de clientes e outras dimensões importantes.

Todas as informações em um só lugar!

Com a adoção de um CRM, os processos comerciais e suas etapas ficam claros para todos. É mais simples para cada vendedor acompanhar seu desempenho e para o gestor ter uma análise precisa da posição das vendas em tempo real. Sua equipe não fica à deriva, pois a informação é centralizada e compartilhada, possibilitando a cada agente conhecer o lead e seu potencial, manter o relacionamento com o cliente em dia, fechar negócios e bater metas.

Outro aspecto interessante é a integração do CRM com outras ferramentas importantes, como apps de Marketing Automation, que implementam jornada e nurturing para conquista de leads. O esforço do time de marketing se concentra na criação dos conteúdos de atração e os apps tratam de filtrar e definir quem pode ser um possível cliente e fazer com que esse contato chegue diretamente para cada vendedor da equipe. Dessa forma, o vendedor foca em vender e não em adquirir leads.

Existem diversos aplicativos de CRM, tanto gratuitos quanto pagos, com visões completas ou específicas. Alguns deles são: Pipedrive, Salesforce, Zoho CRM, Agile CRM, CRM PipeRun e Hubspot CRM. Se quiser ver um pouco mais, acesse https://zapier.com/blog/best-free-crm/.

Se você ainda não tem um processo comercial estruturado, precisa criar! Estude, planeje e implemente o método que melhor lhe atende, mas sempre o CRM. Com certeza ele vai te ajudar! O que não pode acontecer é perder vendas!

SEO é o conjunto de técnicas para otimizar sites, blogs e páginas na web.

SEO: Otimize o seu site e destaque-se!

1920 1080 Maisa Cavalcanti

As empresas sonham em manter seus sites nas primeiras posições dos principais buscadores, principalmente do Google. Porém, não é uma tarefa fácil devido à grande concorrência, à quantidade de conteúdos e às constantes atualizações dos buscadores. Portanto, para aumentar as chances de aparecer na primeira página e tornar a sua empresa mais conhecida no mercado, é essencial utilizar estratégias de SEO (Search Engine Optimization).

Ainda não sabe o que é e como utilizar? Então, leia o texto abaixo e fique por dentro!

O que é SEO?

É o conjunto de técnicas para otimizar sites, blogs e páginas na web. Assim, ele busca aumentar os acessos e melhorar o posicionamento em buscadores através dos resultados orgânicos – naturais e não pagos.

Como o SEO pode te ajudar?

Quando a sua empresa utilizar o SEO, irá perceber uma melhora no posicionamento para as palavras-chave do seu negócio. Desta forma, o número de visitantes na sua página também melhorará.

Cada um tem objetivos específicos ao utilizar essa estratégia e, abaixo, citamos alguns exemplos:
– E-commerce: Fica claro que o SEO serve para gerar cada vez mais vendas;
– Blog: Tem o objetivo de que os visitantes leiam e compartilhem os conteúdos. Assim, conseguindo mais seguidores e, quem sabe, parcerias;
– Empresas em geral: Busca gerar visibilidade, credibilidade e agregar valor à sua marca, aos produtos e/ou serviços, realizando mais vendas.

Utilizando o SEO

Selecionamos abaixo algumas técnicas de SEO que ajudarão a sua página a melhorar a classificação nos buscadores, atraindo mais visitas, gerando leads e também mais vendas.

Qualidade e relevância do conteúdo

O Marketing de conteúdo é uma ferramenta muito importante. Afinal, ela faz com que você tenha um público fiel de leitores e possíveis clientes, gerando valor para a sua empresa. Então, sempre compartilhe conteúdos de qualidade e focados na sua persona.

Velocidade de carregamento da página

Você já entrou em um site e ele demorou tanto para carregar os textos e imagens que você até desistiu e foi procurar por outra opção? Pois é, isso acontece com frequência! Aliás, este é um dos 200 fatores de ranqueamento que o Google utiliza. Então algumas dicas para isso não ocorrer são: Aproveitar o cache do navegador, reduzir o número de redirecionamentos e minificar CSS, Javascript e HTML.

Página otimizada para mobile

As pessoas estão cada vez mais acessando sites do celular, então se a sua empresa ainda não tem uma versão mobile, provavelmente irá cair algumas posições no ranking dos buscadores.

Experiência do usuário (UX)

Houve um crescimento muito grande da valorização da experiência nos últimos anos. Os grandes buscadores estão de olho nisso e, quando se trabalha a satisfação do seu público ou cliente, você poderá traçar uma das melhores estratégias de SEO.

Incluir links internos e externos durante o conteúdo

Fazer links no seu texto, tanto para conteúdos dentro do seu site quanto para de outros sites, é visto como uma coisa positiva pelos principais buscadores. Isso demonstra que o site faz parte da comunidade online e também que incentiva a construção de ligações de qualidade.

Existem muitas outras técnicas de SEO que podem ser aplicadas. Então, faça uma revisão dos objetivos e das metas que pretende alcançar, teste e mensure suas ações para ver quais se encaixam melhor nas suas necessidades.

Uma das melhores formas de aplicar essas estratégias efetivamente é contratando os serviços de uma empresa especializada. Eles saberão indicar as melhores ferramentas e as últimas tendências de mercado.

Você provavelmente está pensando: como me destacar e construir uma relação de longo prazo com o meu cliente?

Marketing de Relacionamento: a ligação perfeita com o cliente

1920 1080 Maisa Cavalcanti

As empresas estão percebendo o quanto é importante valorizar e manter uma parceria longa com o cliente. Afinal, oferecer um produto ou serviço já não é tão atrativo, pois muitos concorrentes já fazem isso. Então é preciso se diferenciar, se destacar! Mas você provavelmente está pensando: como me destacar e construir uma relação de longo prazo com o meu cliente? Você pode encontrar a resposta por meio do Marketing de Relacionamento!  

Saiba o que é e como utilizar essa técnica a seu favor.

O que é o Marketing de Relacionamento?

O marketing de relacionamento é um conjunto de estratégias que busca conquistar e prospectar clientes, gerar um contato contínuo, uma relação única e também tornar-se conhecido no mercado.

Qual a importância do Marketing de Relacionamento?

Se a sua empresa mantém um contato mais próximo com o cliente, apresentando soluções personalizadas, ele provavelmente voltará à ela. Afinal, você garantiu que ele ficasse satisfeito. Assim, é possível até que ele indique você para outras pessoas.

Sabia que é muito mais barato vender para quem já comprou de você do que conseguir um novo cliente? Então, tente se esforçar para que o seu cliente tenha uma experiência positiva.

Etapas do Marketing de Relacionamento

As etapas podem ser tanto para antigos clientes quanto para atrair novos. Afinal, o objetivo aqui é criar valor e fazer eles entenderem o quanto você se importa com eles.
     1 – Definindo a sua Persona
Persona é o seu cliente ideal, como já falamos anteriormente. Então é o momento de responder à pergunta: qual público eu quero atingir?
     2 – Descubra o que a Persona quer
Faça pesquisas para descobrir exatamente o que a persona busca, identifique um possível problema que você consiga ajudá-la a solucionar.
     3 – Ofereça soluções para os problemas da Persona
Aqui estará a sua oportunidade para conquistar! Então crie ações e conteúdos de valor que atendam aos desejos da sua persona, que a encante!

Como oferecer algo personalizado, que chegue rápido até eles e que solucione os problemas de quem você quer atrair? Isso é o que veremos no próximo item.

O Marketing de Relacionamento na Era Digital

Com a evolução da internet, ficou mais fácil atingir o público eficientemente através da criação de conteúdos. Mas, principalmente, de conteúdos que são do interesse da sua persona.

Citamos abaixo alguns canais que auxiliam nesse mundo digital:

E-mail marketing
É uma das ferramentas mais importantes, pois pode ser utilizada para inúmeras ações, como: parabenizar o cliente, oferecer conteúdos relevantes, enviar promoções especiais, comunicar o lançamento de um novo serviço, vender um curso e muito mais.

Blog
É o local onde você pode divulgar conteúdos de qualidade, oferecendo soluções para as dúvidas ou problemas dos clientes. Assim, sua empresa pode ganhar credibilidade e ser mais reconhecida no mercado.

Redes Sociais
A presença nas principais redes socias – Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e Youtube – é essencial! Afinal, são nesses locais que você terá contato direto e mais humanizado com a sua persona. Assim será possível produzir e divulgar conteúdos nelas. Porém, é importante levar em consideração que uma rede é bem diferente da outra, então é preciso criar ações diferenciadas em cada uma delas.  

Para finalizar, muito mais difícil do que criar relações, é saber como fazer e também como mantê-las. Enfim, o Marketing Digital facilitou o contato entre a empresa e sua persona por meio da comunicação constante e personalizada. Logo, gerou a possibilidade de um relacionamento mais próximo e com muitos benefícios para ambos. Assim, saiba aproveitar bem as ferramentas que tem em mãos para criar experiências positivas, conteúdos de qualidade e uma parceria única.

A sua empresa já utiliza pelo menos uma dessas tendências?

Tendências de marketing digital para 2018

1920 1080 Amanda Colosimo

O ano já começou, mas ainda dá tempo de descobrir as tendências de marketing digital para 2018. Então separamos algumas inovações e tecnologias que prometem ser apostas do mercado nesse ano.

Vamos conhecer e entender um pouco mais sobre cada uma delas?

Chatbot

O Chatbot (também conhecido como assistente virtual) é um programa desenvolvido para dialogar com humanos. Não é novidade que eles vieram para simplificar e facilitar nossas vidas. Em 2018, é provável que cada vez mais empresas apostem nesse recurso em diferentes processos. Eles são uma boa maneira de interagir com seu consumidor, operando dentro de sites e app de mensagens. Alguns exemplos onde são aplicados são o Facebook Messenger, Twitter, Skype, entre outros.

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial já está presente em nossas vidas e vai continuar! Além disso, ela exerce um grande papel no marketing digital, tanto nas ferramentas de busca, como na criação de sistemas que atuam de maneira autônoma. A IA tem competência para aperfeiçoar, inovar e reinventar métodos de negócios e sistemas. Assim, seu principal papel é desenvolver a experiência do cliente. É fato que as técnicas em IA evoluem constantemente, tornando necessário investir para explorar o melhor dessas técnicas.

Vídeos

Mais do que somente uma tendência, os vídeos estão consolidados. Contudo, é preciso ser criativo e inovador para conseguir os melhores resultados com a técnica. Aliás, as transmissões ao vivo ou lives são grandes apostas para inovar e conseguir um maior número de interação do público. Além do mais, plataformas como o Facebook já deixaram claro que vão focar cada vez mais no formato, então se quiser se destacar trilhe uma estratégia criativa e interativa.

Conteúdo Relevante

Cada vez mais as empresas estão reconhecendo o valor do Marketing de Conteúdo e, segundo a pesquisa realizada pela Rock Content, cerca de 70% das empresas brasileiras já utilizam o marketing de conteúdo. A melhor maneira de produzir conteúdo relevante é estudando sua persona, sabendo como ela se comunica e o que ela busca, quais suas preferências e tudo que agregue valor à sua relação com a marca. A formula é bem simples: atrair, envolver e gerar valor com conteúdo certo para quem lê. Porém tudo isso, claro, com planejamento, execução e mensuração.

Mídia out of home

Nessa mídia o online e offline trabalham juntos com o mesmo objetivo: impactar seus clientes. E alguns exemplos são: monitores de LCD na cidade e em ônibus; painéis e outdoors digitais. Mas lembrando que eles devem ser posicionados em lugares estratégicos para seu público. Esse tipo de mídia é acessível e pode ser trabalhado de maneira criativa e com conteúdos relevantes.

A sua empresa já utiliza pelo menos uma dessas tendências? Se a sua resposta for negativa, reveja suas estratégias o quanto antes. Procure conhecer cada uma dessas inovações e avalie quais seriam interessantes para você. Afinal se destacar, principalmente no mundo digital, é uma das grandes sacadas das empresas modernas.

Caso você não tenha uma equipe para se aprofundar nesses conhecimentos, por que não considerar a contratação de uma agência digital? Com os profissionais certos e as estratégias adequadas, sua empresa estará pronta para entrar nessa nova era e se destacar entre os concorrentes.

Com a facilidade de acesso às informações, o cliente está mais exigente

Funil de Marketing: atraia e fidelize clientes

1920 1080 Maisa Cavalcanti

O mercado está mudando rápido e as empresas buscam constantemente formas diferentes de ofertar para se destacar. Pois, com a facilidade de acesso às informações, o cliente está mais exigente. Além disso, ele também possui um conhecimento maior sobre o que realmente quer. Com todo esse poder nas mãos do cliente, as empresas precisam seguir o tempo dele. Isso significa fazer a abordagem no momento certo e apresentar algo que se adapte às suas necessidades. Para isso, nada melhor do que planejar as estratégias por meio do Funil de Marketing. Você já conhece esse processo? Ainda não? Então, aí vão algumas informações!

Funil de Marketing: o que é?

O Funil de Marketing é o conjunto de etapas que conduz a sua persona do instante em que ela conhece a sua empresa até a decisão de compra, transformando-a em cliente. Se a sua empresa busca otimizar o processo de vendas, entender sobre como o cliente efetiva a compra e aumentar sua eficiência, essa ferramenta é indispensável!

Etapas do Funil de Marketing

Geralmente é dividido em 4 etapas, conforme abaixo:

  1.  Atrair Visitantes: é a fase do aprendizado e descoberta. O objetivo é despertar o interesse das pessoas em relação à sua empresa. É fazer com que elas identifiquem que têm um possível problema ou então uma boa oportunidade de negócio.
  2.  Converter Leads: ocorre o reconhecimento do problema/negócio. Então, o seu público começa a se interessar e pesquisar mais para buscar possíveis soluções.
  3.  Fechar Clientes: fase da consideração da solução. O possível cliente começa a avaliar as alternativas para solucionar o problema. É onde as empresas criam o senso de urgência e mostram seus diferenciais em relação aos concorrentes. Tudo isso para fechar um acordo favorável para ambas as partes.
  4.  Fidelizar e Encantar: é o momento da decisão da compra, a escolha daquilo que vai atender ao que o cliente necessita. É aqui que precisa encantar e gerar impacto e estabelecer uma parceria.

Como atrair a sua persona para o Funil de Marketing?

O Inbound Marketing é uma boa estratégia para fazer isso. Ele busca atrair sua persona para conhecer a sua empresa, oferecendo alguma coisa de valor antes mesmo de efetivar a compra. Mas como? Pode ser por meio da produção de conteúdos, SEO ou das mídias sociais.
Depois de engajar, basta continuar seguindo as etapas do Funil de Marketing. Se tudo for bem elaborado e executado, a probabilidade de promover o seu negócio a um custo muito baixo e gerar impacto rapidamente é muito grande!

Vantagens do Funil de Marketing

  • Maior índice de conversão
  • Aumenta a empatia e fortalece a marca
  • Atrai novos clientes e gera demanda
  • Promove a integração entre estratégia e execução
  • Integra os processos de marketing e vendas

É importante que a sua empresa tenha os objetivos bem claros e que saiba onde pretende chegar. Também, é fundamental medir o desempenho e rever as estratégias do funil, pois pode haver alguns itens que precisam ser melhorados para que cada vez mais pessoas sejam atraídas e transformadas em clientes.

Se você ainda não tem uma equipe focada nisso, porque não contratar uma agência especializada nesse tipo de serviço? Ela pode traçar um plano de ação para a sua equipe de vendas e aumentar as chances de encantar e conquistar a sua persona.