Crie um personagem 3D em 6 passos

Crie um personagem 3D em 6 passos

1920 1080 Roberto Silva

Atualmente, vivemos uma explosão de vídeos no cenário digital. Eles estão por todas as partes e integram diferentes conteúdos. Assim, com o crescimento dos vídeos, o mercado 3D também teve um salto.

Aliás, apesar dos personagens 3D estarem presentes nos vídeos, eles também são aplicados em diversos meios. Aqui na Prod, trabalhamos bastante com personagens em sites e aplicativos. Além disso, outras opções também são aplicá-los em impressos e até esculpi-los. Inclusive, a impressão 3D é uma maneira interessante de moldá-lo, sendo possível usar diferentes matérias-primas, como papel, plástico, borracha, resina e metal.

A criação de personagens 3D gera resultados incríveis para uma campanha ou marca. Afinal, ele será o principal propagador da sua ideia, produto ou serviço. Assim, com a sua personalidade, é possível transmitir valores, sentimentos e reações. Tudo para entregar ao consumidor uma experiência por meio do personagem.

Para a criação dos nossos projetos e personagens 3D, seguimos as seis etapas de projeção abaixo:

Passo 1 – Concepção dos elementos

Este é o momento de definir o estilo da imagem que desejamos criar. Ou seja, se ela será uma cena estática ou animação. É importante listar todos os elementos que serão modelados, a composição e o aspecto de cada um. Estes aspectos incluem cor, textura, rugosidade, etc.

Nesta etapa, construímos vários desenhos digitais, storyboard (no caso das animações), referências e descrições. Todo esse planejamento economiza tempo na hora de confeccionar a arte 3D e facilita o resultado da imagem final.

Passo 2 – Modelagem

A partir do planejamento realizado na concepção, iniciamos a modelagem nos softwares. Há também alguns sistemas específicos que utilizamos para elaboração de modelagens mais orgânicas, como as de personagens.

Passo 3 – Rigging

O rigging é um conjunto de controles que adiciona movimento em um objeto ou personagem, simulando articulações de sua natureza estrutural (esqueleto) e linguagem corporal.

Nesse processo, é criado um esqueleto que possui um conjunto de controles de animação. Normalmente envolvem a aplicação de algoritmos complexos mediados por uma interface de usuário mais acessível.

Uma parte crítica dessa etapa é organizar os ossos hierarquicamente, de modo que o movimento de um nó mais alto na cadeia cause um movimento recíproco nos nós inferiores. Então, por exemplo, se o antebraço se mover, os dedos também terão que se mover.

Um rig de personagem pode variar de simples e elegante até incrivelmente complexo.

Uma configuração básica para posicionamento simples pode ser construída em poucas horas enquanto um equipamento totalmente articulado para um longa-metragem pode exigir dias ou semanas para que o personagem esteja pronto para a animação, por exemplo, no nível da Pixar.

Passo 4 – Animação

Após a modelagem e o rigging prontos, é hora de dar vida ao nosso personagem. Assim, ele terá diversos movimentos, seguindo o que foi planejado no storyboard.

Nesse momento, utilizamos os controladores criados no rigging para desenvolver cada movimento e expressão do personagem. Esses movimentos são chaveados em uma timeline, criando diversas posições em sequência. Desta forma, trabalhamos com a gravidade e os segundos para gerar realidade à animação.

Passo 5 – Iluminação e texturas da cena

Nessa etapa, aplicamos as texturas e determinamos a luz, simulando a realidade e a interatividade dentro de uma cena.

Passo 6 – Pós-produção (etapa final)

Quase toda cena 3D criada e renderizada, seja ela estática ou uma animação, passa por algum tratamento de pós-produção.

Para isso, em cenas estáticas, usamos programas que melhoram suas cores ou estilo.

Já nas animações, quando precisamos inseri-las em outras cenas ou mudar a composição, utilizamos outro pacote de editores.

Você imaginava que o processo de criação 3D passasse por tantas etapas? Apesar de complexo, é muito legal!

Se você já pensou ou está pensando em fazer um projeto 3D para a sua empresa, deve procurar uma equipe especializada para garantir que tudo isso, falado aqui, seja aplicado à sua necessidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *