Jornada do Médico: como engajamos 75% de uma base médica

Jornada do Médico: como engajamos 75% de uma base médica

1600 840 Leonardo Pereira

Se você trabalha com marketing digital focado no público médico, com certeza já deve ter reparado que esses profissionais não caminham e não interagem da mesma forma que outros consumidores quando pensamos em funil de inbound marketing. Porém, devido à expertise da Prod em elaborar estratégias para farmacêuticas de diferentes segmentos e públicos, nós criamos a Jornada do Médico: etapas e ações adaptadas do funil convencional para criar vínculos e relacionamento com os médicos. Por meio dessas estratégias, nós conseguimos impactar quase a totalidade de uma base com 12 mil médicos. Bora descobrir como?

O conceito de Jornada do Médico

A base da Jornada do Médico é bem simples: o funil de inbound marketing. Ele funciona como guia para nortear as ações e entender quais são os fluxos que precisam ser seguidos para despertar a atenção e indicar o seu laboratório como solução pros pacientes.

Um médico, para indicar sua marca, precisa confiar e enxergar na sua terapia o que ele não vê em outras. Mas, como fazer isso? O que entregar para esse profissional ao ponto de fazê-lo indicar não apenas uma molécula ou um genérico, mas, sim, prescrever o seu laboratório com confiança?

Jornada do Médico: etapas do funil

Bom, antes de começar defina qual o seu público, busque por base de contatos com e-mails e entenda qual o objetivo geral da Jornada que você está esquematizando (lançamento de uma nova terapia, estreitar o relacionamento, conquistar autoridade no assunto, etc). E vamos às etapas da Jornada.

ETAPA 1: Aprendizado e Descoberta
A primeira etapa tem o intuito de começar essa comunicação e fazer o médico se conscientizar do problema. Devemos usar materiais que atraiam o público e ajude-o a descobrir a existência do problema que o seu medicamento veio solucionar. Para isso, é possível adaptar estudos de casos ou pesquisas científicas em vídeos interativos, fazer uma série de webinars, usar dados e estatísticas… Qualquer material que apresente o problema inicial pode e deve ser aproveitado da maneira mais friendly e palatável possível.

ETAPA 2: Reconhecimento do problema
Bom, agora vamos ajudar os médicos a reconhecerem que os seus pacientes possuem os mesmos problemas apontados pelos casos e pesquisas enviadas anteriormente. Uma boa maneira é por meio de especialistas compartilhando das mesmas dores, seja por meio de vídeos, podcasts, webinars ou até mesmo e-books.

ETAPA 3: Consideração da solução
Agora é a hora de fazer os médicos conhecerem a sua solução, seja ela uma molécula, um medicamento já formatado… Enfim. Eles já conhecem o problema, já sabem que os pacientes possuem todos os pontos fracos indicados e agora eles estão ansiosos por uma solução. Essa etapa é para fazê-los considerar a indicação do medicamento. Aqui devemos usar duas estratégias distintas, afinal, não podemos falar sobre medicamentos de prescrição em redes sociais. Por isso, a embalagem deve ser usada apenas nos e-mails marketing e nos banners de comunicação via representantes. Já com mídia paga, devemos usar uma landing page com todas as infos sobre o tratamento e apenas um gancho que desperte as curiosidades para levá-los até lá.

ETAPA 4: Decisão da solução
Aqui na quarta etapa o foco não é necessariamente o produto em si. Mas, sim, fazer o médico decidir pelas suas soluções em quaisquer outras indicações. Esse é o momento de fixar essa parceria, de estar junto com o médico e aproveitar o momento que sua marca está positiva na cabeça dele, para que ele enxergue sua empresa como uma amiga e conselheira.

Case de sucesso: como alcançamos e engajamos 75% de uma base de médicos

Pense no cenário: para trabalhar a primeira etapa do funil e mostrar um problema comum em pacientes urológicos, criamos um vídeo interativo em que cada ação do médico dentro do vídeo leva a diagnósticos diferentes.

As campanhas no Facebook e Instagram eram com foco em tráfego, ou seja, gerar cliques no link do vídeo. Os anúncios impactaram somente médicos urologistas da base do cliente. Ao todo, durante a campanha, 75% dessa base foi alcançada e engajaram com o conteúdo do vídeo.

O resultado do engajamento de 75% de uma base com mais de 12 mil médicos é uma prova concreta de que, apesar da rotina pesada, é possível conseguir bons níveis de performance quando o conteúdo é relevante e de boa qualidade.

Bom! Acho que deu pra perceber que a Jornada do Médico é um aliado perfeito para fazer esse público tão requisitado engajar em conteúdos: quanto mais relevante para o médico, mais apto ao clique ele estará.

Aqui, claro, foram pontos mais gerais sobre como trabalhar a Jornada do Médico. Se estiver interessado em ações ou discutir novas ideias, clique no botão abaixo e chame-nos para um papo! 🙂

Compartilhe nas redes sociais