LGPD: como regularizar a sua marca

LGPD: como regularizar a sua marca

1920 1080 Marcela Lisbôa

A LGPD vai mudar completamente a forma como as pessoas lidam com dados, seja on ou offline. Então, para não ter um impacto negativo, correr risco de penalizações pela lei e garantir a segurança de dados, chegou a hora de entender como validar o manuseio de informações.

Como a legislação divide o público em três categorias (controladores, operadores e titulares de dados), podemos logo pensar em ações específicas para cada um deles, né?! Porém, aqui, vamos focar bastante nas soluções para os controladores e operadores.

Zelar pelos dados

O cuidado com os dados é o principal ponto, tanto para os titulares, como para os operadores e controladores. Afinal, quem manipula as informações precisa ter consciência do quanto elas são sensíveis. Já para os titulares, vale reforçar a importância de conferir a confiabilidade dos locais onde se está disponibilizando dados.

Aderir aos protocolos de segurança conforme a LGPD

Os operadores e controladores devem tomar medidas oficiais de segurança de dados. Assim, é necessário difundir essa cultura dentro de toda a empresa para que o manuseio de informações seja consciente.

Validar dados

Realizar a validação de dados junto aos clientes e colaboradores é uma forma de garantir o consentimento do uso da informação. Vale, por exemplo, usar um pop-up antes do envio de dados no seu site.

Implementar termos de uso e políticas de privacidade

Tornar o seu processamento de dados claro para os titulares garantirá uma proteção diante da manipulação de dados realizada por você. Assim, toda e qualquer forma de captação de dados da sua empresa deve apresentar um comunicado ao público sobre o uso das informações e suas medidas de segurança. Quer um exemplo disso? O campo de contato do seu site deve apresentar uma nota sobre o manuseio de dados.

Adotar o certificado de segurança SSL

O já tão falado SSL também vai fazer diferença na segurança de dados quando o assunto é o seu site. Então, se você ainda não tem o recurso instalado, já passou da hora de regularizar a sua situação.

Essas são algumas das práticas efetivas que fazem parte das nossas orientações para os nossos clientes. Mas, obviamente, uma consultoria jurídica especializada é indispensável para operadores e controladores que lidam massivamente com dados.

Você tem outras dicas de segurança de dados ou medidas já implementadas no seu negócio? Compartilhe com a gente aqui nos comentários para construirmos, juntos, um ambiente mais seguro, principalmente na internet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *