O que é Machine Learning e como aplicamos no dia a dia

O que é Machine Learning e como aplicamos no dia a dia

1920 1080 Leonardo Pereira

Sempre imaginamos sobre como seria quando os robôs começassem a pensar como os humanos. Inclusive, muitos filmes foram feitos a partir desse pensamento. E hoje em dia? As máquinas estão sendo capazes de pensar sozinhas? Isso é Machine Learning? Isso que vamos descobrir hoje.

O que é Machine Learning?

Machine Learning (em português, aprendizado da máquina) é, basicamente, o computador conseguindo identificar padrões e prever algo de maneira certeira. Mas não estamos falando de previsões astrológicas, viu? Em meio a milhões de dados, o ML (abreviação para Machine Learning) cruza as informações para tirar conclusões ou aprender algo novo.

Vou dar um exemplo bem simples para você entender de vez. Você abre o Netflix e aparecem as sugestões de filmes e séries indicadas para você, certo? Pois bem, esses resultados foram gerados pelo Machine Learning. Ele verificou quais são seus gêneros mais assistidos e indicou títulos em cima desse padrão. Muito maneiro, né?

Esse conceito foi desenvolvido a partir de algo muito antigo na humanidade: observar comportamentos e aprender com eles. É basicamente isso que o ML faz.

Machine Learning aplicado no marketing digital

Essa forma de tecnologia chegou de mansinho e agora está por todos os cantos da web, literalmente! É possível verificar a existência do ML em vários sites e aplicativos que utilizamos diariamente: Uber, Netflix, Spotify, YouTube, Facebook, Instagram, e-mails etc.

No marketing digital, o ML está otimizando muitas rotinas e tenho certeza que só tende a aumentar. Vou mostrar algumas delas:

Chatbot: desenvolvemos o chatbot de uma startup parceira da Prod. Os bots sabem quais são as respostas para as perguntas mais básicas e, a partir delas, vai evoluindo em questões mais complexas. Ele aprende coisas novas a cada interação com o consumidor. Aprofunde-se mais em Chatbot clicando aqui.

Futuros leads: outro padrão muito interessante que o ML pode enxergar é quais são as suas personas. Por meio do de cruzamento de dados existentes sobre seus atuais clientes e prospecções, é possível saber quais empresas podem se tornar seus leads. Descubra mais sobre personas aqui.

Campanhas mais eficazes: atualmente aqui na Prod uma das campanhas de Google Ads que mais vemos eficácia é a Smart Display. Isso porque o ML do Google consegue identificar quais cores, palavras e layouts convertem mais para determinados perfis de clientes.

Recomendações: como eu já falei acima, todas aquelas recomendações de vídeos e músicas que “foram feitas para você” nas plataformas são Machine Learning. Todas as recomendações são baseadas em suas atividades na web.

Bom, essas são apenas algumas das formas que o Machine Learning está impactando o dia-a-dia do marketing digital e, até mesmo, da sua rotina.

Mas calma, viu? Tudo indica que não iremos enfrentar as máquinas tipo o John Connor em Exterminador do Futuro. E espero que fique tudo assim! Se você quer aplicar Machine Learning em algum projeto ou simplesmente saber mais sobre o assunto, vamos bater um papo! 😉

Compartilhe nas redes sociais