resultados

Se você busca expandir sua empresa, melhorar seus lucros e ter clientes fiéis que promovam sua marca, temos uma dica de ouro para você: utilize o OKR. Ele é muito mais do que uma metodologia, é um jeito eficaz para sua empresa crescer.

OKR: o que é e como aplicar

1920 1080 Hugo Análio

Se você busca expandir sua empresa, melhorar seus lucros e ter clientes fiéis que promovam sua marca, temos uma dica de ouro para você: utilize o OKR. Ele é muito mais do que uma metodologia, é um jeito eficaz para sua empresa crescer.

Já falamos aqui no blog sobre a importância do Customer Success como norteador de ações para todas as equipes. Não leu? Clique aqui e confira! Nele chegamos a citar o OKR (Objectives + Key results) e agora é hora de mergulhar no tema.

Mas afinal, o que é OKR?

O OKR (Objetives Keys Results) é uma metodologia de gestão de objetivos para criar alinhamento e engajamento de metas entre todos na empresa. O termo, criado pela Intel nos anos 70, hoje é adotado por grandes empresas como o Google e ajuda os funcionários da companhia a caminharem em uma direção única, por meio de uma estratégia clara.

Os OKR’s podem ser anuais, trimestrais ou até bimestrais, dependendo do objetivo que sua empresa deseja alcançar.

Vamos a um exemplo?

Situação: Em 2015, a empresa de tecnologia X desenvolveu um software que ajudava as pessoas a escrever textos apenas com comandos de voz. Foi um sucesso! Com isso, o faturamento da empresa cresceu 30% e foi necessário dobrar o número de funcionários. Porém, com a novidade no mercado, outras empresas de tecnologia investiram no mesmo segmento, o que gerou uma grande oferta do produto no mercado e, consequentemente, o produto ficou mais barato e as vendas estagnaram.

Desse exemplo podemos tirar vários problemas, mas vamos trabalhar apenas um:

Como a empresa cresceu, as despesas aumentaram. Logo, precisava vender mais.

Com isso, a empresa X tem um Objetivo (O):

Reduzir o orçamento em 20%, comparado ao ano anterior.

Baseado nesse objetivo, podemos definir os seguintes resultados chaves (KR’s):

KR 1: A cada 100 prospecções, converter pelo menos 3 vendas;
KR2: Aumentar o faturamento relacionado a vendas recorrentes em 15% ao ano;
KR3: Diminuir os custos anuais da empresa em 13%.

Bom, agora que temos o objetivo medido por resultados chaves, é hora de definir como cada colaborador pode contribuir para atingir os objetivos.

Com isso, cada integrante da equipe pode ter dois objetivos individuais:

1 – Indicar mensalmente 1 potencial cliente;
2 – A equipe comercial tem que captar pelo menos um novo cliente ao mês.

Importante: semanalmente todas as equipes devem fazer o Check Point Semanal que é uma reunião para acompanhar como estão os OKR´s. Isso ajuda a ver se todos estão no mesmo caminho, o que cada um pode mudar para melhorar os resultados e, consequentemente, alcançar os objetivos.

Se você preferir, pode usar a fórmula desenvolvida por Jonh Doerr, para elaborar seu OKR: Eu vou (Objetivo) ___ medido por (conjunto de Key Results) __.

Enfim, o OKR não é uma meta ou uma forma de controle das pessoas, fazendo-as trabalhar sobre pressão. Pelo contrário, é uma maneira para integrar os funcionários em busca de um objetivo maior, que beneficie a todos e faça a empresa crescer para um caminho cheio de oportunidades e conquistas.

Gostou? Então compartilha com seus amigos! Quer saber mais? Estamos preparando outras dicas sobre o assunto que serão importantes para você e sua empresa. Se quiser, conta para a gente como está sendo a experiência do OKR na sua empresa. É isso, até a próxima. 🙂

Marketing digital e a inteligência artificial

O futuro das agências de marketing digital

1920 1080 Leonardo Pereira

Quando você pensa no futuro das agências de marketing digital, o que vem na sua cabeça? Se sua resposta for robôs, você está certo. Porém, essa questão é um pouco mais complexa do que pode parecer.

Uma pesquisa da PwC indicou que as inteligências artificiais podem retirar cerca de 7 milhões de empregos do mercado. Mas, para compensar, devem criar outras 7,2 milhões de vagas. Ou seja, não é necessário entrar em pânico! Só precisaremos adaptar nossa rotina de marketing digital. Isso é ótimo, né?

Você deve estar se perguntando: adaptar rotina de marketing digital? Como assim?

Então, a adaptação surge da necessidade de diminuição do trabalho operacional e aumento da produtividade. Esse novo processo se dá por meio da inteligência artificial e das novas ferramentas que surgem com os avanços tecnológicos. E esse contexto já é nosso presente.

E o futuro?

O fato de termos exatidão do que traz ou não resultados nas campanhas está modelando o futuro das agências de marketing digital. Estamos numa era na qual todas as ações são detalhadamente mensuráveis. Este texto sobre automação pode te ajudar bastante a entender mais sobre esse processo.

Recentemente, aconteceu um encontro das maiores agências de marketing digital dos Estados Unidos, chamado 4As. Eles chegaram a um consenso interessante: agências que são focadas em apenas um nicho, como SEO, performance, marketing de conteúdo podem desaparecer nos próximos 5 anos. Isso porque, para o futuro, essas precisarão se adaptar para um mercado mais amplo. Pois, chegar em um resultado não depende apenas de uma técnica, mas de um conjunto de ferramentas que cada vez mais serão criadas a partir de IA.

Começou a linkar os pontos? É necessária uma visão mais ampla sobre os resultados que queremos atingir e quais ferramentas que iremos usar para isso. Logo, conseguir colher esses dados, analisá-los e transformá-los em um relatório de fácil entendimento para o cliente é essencial.

Ok, e o que muda a partir dos resultados mensuráveis?

As agências de marketing digital precisam estar muito mais focadas na visão estratégica das ferramentas usadas para atingir os resultados do que apenas na execução das demandas. Vamos te dar um exemplo aqui da Prod.

Antes nós gastávamos horas para gerar um relatório completo de uma campanha no FaceAds. Agora, utilizando DashGoo e geramos esse relatório em segundos! Tudo de uma forma bem prática, levamos resultados precisos e de fácil entendimento ao cliente. E, além do relatório tradicional, podemos inserir gráficos, KPI manual e textos mais dinâmicos – imagina o tempo que gastaríamos fazendo isso tudo manualmente?

Com esse exemplo da Prod deu para perceber que a tendência é cada vez mais deixar as tarefas operacionais de lado para sermos analistas desse mar de resultados! Cada vez mais será necessário estarmos no papel de curadores das tecnologias usadas para aplicação das estratégias escolhidas.

Então, já vimos bastante mudança no conceito de agência digital e qual será o papel dela, certo?

E o nosso papel de profissionais do futuro?

Bom, o mercado irá exigir cada vez mais profissionais híbridos entre marketing e programação, além de saber lidar com os bilhões de informações coletadas por segundo, exigindo foco e uma análise minuciosa. Tomar decisões estratégicas com agilidade e saber se adaptar aos mais diversos cenários também serão grandes diferenciais.

Você está preparado para lidar com mudanças tão significativas? Aqui na Prod, estudamos constantemente sobre as tendências e softwares de automação para sempre oferecermos serviços com mais qualidade e agilidade aos clientes.

Você quer bater um papo sobre esse assunto? Entre em contato com a gente, pois podemos ter a solução certa para você. 🙂

Uma das vantagens do Marketing Digital em relação ao Marketing Convencional é que tudo pode ser mensurado no universo online.

Métricas em Marketing Digital: Avalie seus resultados com precisão

1920 1080 Maisa Cavalcanti

Uma das vantagens do Marketing Digital em relação ao Marketing Convencional é que tudo pode ser mensurado no universo online por meio das métricas.

Para saber se uma campanha de marketing está gerando resultados, é preciso mensurá-la. Assim, a melhor forma de fazer isso é por meio das métricas. Mas muitas empresas não fazem ideia de como medir e nem a importância delas para o sucesso das campanhas. Então, vamos saber mais sobre elas?

O que são métricas?

São indicadores que mensuram tendências, comportamentos ou variáveis do negócio. Portanto, permitem que a empresa faça a medição e a avaliação do desempenho das ações do planejamento de marketing digital.

Métricas de vaidade x Métricas de sucesso

Métricas de vaidade são aquelas que fazem bem ao ego. Porém, não trazem informações que podem ser aplicadas, a não ser que sejam associadas com métricas mais mensuráveis. Por exemplo, o número de curtidas de uma página do Facebook indica o alcance máximo de uma publicação. Mas essa informação não é o bastante, pois devemos considerar o engajamento – métrica mais mensurável – quando queremos medir a atuação de determinada empresa nas redes sociais.

Já as métricas de sucesso ajudam a estabelecer as metas e objetivos da empresa. Afinal, são devidamente mensuráveis, qualitativas, fáceis de serem coletadas e analisadas. Além de tudo isso, também mostram o melhor caminho a ser seguido. Assim, a sua empresa consegue progredir com elas!

Como elas podem ajudar o seu negócio?

É preciso estar de olhos abertos para os novos negócios e identificar o quanto antes os possíveis problemas. As métricas podem ajudar a observar melhor várias situações para o desenvolvimento da sua empresa, como:

  • As formas diferentes de focar no seu público, entendendo melhor seus comportamentos e as suas dores e identificando as melhores soluções para os problemas que, muitas vezes, ele nem imagina ter;
  • O entendimento mais amplo do funcionamento do mercado;
  • A identificação dos pontos fortes e os pontos fracos da estratégia e também da execução das ações online;
  • A visualização das falhas operacionais e suas possíveis soluções;
  • A descoberta de oportunidades e o entendimento de qual seria o investimento para realizá-las;
  • A diminuição do nível das incertezas, pois conseguem detectar fragilidades.

As métricas na prática

Mais importante do que fazer uma análise separada de cada uma das métricas, é cruzar as informações e obter resultados ainda mais completos. Eles vão ajudar a realmente saber onde é melhor investir, quais canais estão convertendo mais leads em clientes e quais os passos seguintes que serão mais vantajosos para o seu negócio.

Replique ações que deram certo e modifique aquelas que não tiveram o desempenho desejado. Por isso, a sua empresa deve definir as métricas e monitorá-las constantemente. Assim, poderá fazer os ajustes rapidamente, antes que o possível cliente perca o interesse no que você está oferecendo.

Com o passar do tempo, utilizando as métricas e fazendo diversos testes A/B de data/horário, títulos, CTA’s, Landing Pages e outros, você saberá oferecer exatamente o que o seu público quer (ou que ainda nem sabe que deseja), no momento mais apropriado.

O ideal é que esse trabalho seja feito por um profissional qualificado. Caso não tenha alguém da sua equipe para fazer isso, avalie a contratação de uma agência de Marketing Digital para ajudá-lo a escolher as melhores opções para o seu negócio.